Cursos de gastronomia impulsionam empreendedorismo na zona rural de Presidente Figueiredo

Descentralização dos cursos de gastronomia para as comunidades da zona rural, fará parte do programa Cidade Empreendedora em 2024, realizado pela prefeitura com o Sebrae-AM e o Senac

Um grupo de 40 moradores de comunidades rurais às margens da AM-240 (Estrada de Balbina), participaram do projeto piloto de gastronomia ofertado pela prefeitura de Presidente Figueiredo, como parte do programa Cidade Empreendedora, executado em parceria com o Sebrae-AM e Senac.

No total foram 240 pessoas foram qualificadas durante todo ano de 2023, na Carreta do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), na Praça da Cultura, sede do município, onde foram ministrados 12 cursos profissionalizantes na área de gastronomia, e também na escola municipal São Miguel, onde funcionou o projeto piloto de extensão da Carreta do Senac.

“Ao concluir esses cursos, cada um de vocês não apenas adquiriu novas habilidades, mas, também, se tornou parte de uma iniciativa que visa impulsionar o empreendedorismo em nossa comunidade. Empreender não é apenas criar negócios, mas, é, também, gerar empregos, promover a autonomia e contribuir para o crescimento econômico sustentável”.

As palavras do secretário municipal de Turismo, Empreendedorismo e Comércio (Semtec), de Presidente Figueiredo, Edvan Carias, proferidas durante a solenidade de encerramento dos cursos na comunidade São Miguel, define bem o impacto a conclusão dos cursos de panificação e bolos e salgados terá na vida das famílias das comunidades São Miguel e Marcos Freire, localizadas nos km 13 e 250 da AM 240 (Estrada de Balbina).

Eline Queiroz, moradora da comunidade Marcos Freire, que nos últimos anos sustentava a família com o dinheiro que ganhava com venda dos bolos caseiros que ela e o marido produziam, contou que antes mesmo de receber o diploma dos cursos de fez (panificação, tortas, biscoitos, bolos e salgados), viu suas encomendas triplicarem. Com o dinheiro extra que está ganhando com o aumento da clientela e do leque de produtos ofertados, se prepara para abrir sua própria lanchonete.

Sandra Duarte Dias, moradora da comunidade São Miguel, também se prepara para ampliar seu negócio. Além das encomendas de tortas, bolos e salgadas, amplia o leque de produtos incluindo pizza na lista de produtos que vai comercializar.

Além da lanchonete da Sandra, a comunidade também vai ganhar sua primeira padaria, primeiro empreendimento do padeiro Elisson dos Santos Pereira, também aluno do curso piloto de gastronomia ofertado pela prefeitura por meio do projeto de extensão da Carreta do Senac.

“Agradeço a todos os envolvidos, a professora Elvira, a Gestora Neta (diretora da Escola Municipal São Miguel), a minha amiga Daniele, a prefeita Patrícia Lopes e, principalmente, a cada aluno que dedicou tempo e esforço para buscar conhecimento. Juntos, construímos um caminho para um futuro mais próspero e promissor. Boa sorte em suas jornadas empreendedoras!”, afirmou o secretário Edvan Carias, que confirmou a inclusão do curso de extensão da Carreta do Senac, como parte do Cidade Empreendedora 2024.

“A conclusão dos cursos de gastronomia credencia cada um dos mais 240 alunos, tanto aqueles participam das atividades na Carreta do Senac, quanto os que participaram do projeto piloto na comunidade rural, estão habilitados para trabalhar formalmente em panificadoras, restaurantes, lanchonetes e, também, a abrir o seu próprio negócio. Muitos, já trabalhavam na área, mas, eram autodidatas, não tinham certificado de qualificação”, destacou Milena Lopes da Silva, gestora do projeto de Atendimento Territorial da Região Metropolitana do Sebrae-AM, responsável pelas atividades do programa Cidade Empreendedora em Presidente Figueiredo.

O coordenador estadual do Cidade Empreendedora do Sebrae-AM, Marcelo Souza, também participou da solenidade de encerramento do curso de extensão da Carreta do Senac, na comunidade São Miguel, realizado no último final de semana.

Fotos: Dircom-PF