Em Presidente Figueiredo, gestores e equipe pedagógica da Semed participam de oficina sobre Educação Empreendedora

Capacitação faz parte do sexto eixo estratégico do programa Cidade Empreendedora, que está sendo implantado pela prefeitura do município, em parceria com o Sebrae/AM

Setenta gestores escolares e profissionais da equipe pedagógica da Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Presidente Figueiredo participaram da oficina “Aplicabilidade da Base Nacional Comum Curricular e as Competências Empreendedoras”, promovida pela prefeitura de Presidente Figueiredo, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio a Pequena e Média Empresa (Sebrae-AM).

A capacitação, que faz parte do sexto eixo estratégico do programa a Cidade Empreendedora, que está sendo implantado no município, tem por objetivo, construir práticas educacionais, potencializando as competências e valorizando os profissionais da educação. A oficina foi realizada nesta quinta-feira (4/05), no auditório do Sistema Municipal de Previdência dos Servidores Públicos (Sisprev).

A prefeita Patrícia Lopes destaca que a capacitação em Educação Empreendedora, ofertada por meio do programa, é uma ação estratégica para diminuir as desigualdades sociais, sendo uma base fundamental para o município fortalecer as oportunidades de emprego e renda.

“Capacitar os profissionais para preparar os alunos a desenvolver o potencial empreendedor de cada um, certamente, abrirá muitas oportunidades de geração de emprego e renda, em diversas comunidades, tanto no centro urbano quanto na zona rural”, destaca o titular da Semed, Rodolfo Moraes de Oliveira.

O secretário adjunto da Semed, Adonay Farias Sabá, explica que a educação empreendedora é importante não só para a gestão escolar, mas também para aproximar a comunidade da escola.

“A importância desta formação para diretores de escola e pedagogos é que eles participem do processo de educação empreendedora, não só na questão da pedagogia e da aplicabilidade das aulas com os professores, mas também inserindo esse processo com a comunidade escolar, com os alunos e trazendo os comunitários para dentro da escola”, afirma.

Durante a oficina, foram abordadas as competências à luz da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), as competências empreendedoras, a BNCC e o currículo escolar, o projeto de vida, a educação financeira e a educação empreendedora.

Educação empreendedora

A Educação Empreendedora é uma estratégia utilizada no município desde 2021, em parceria com o Sebrae/AM, onde foram realizadas formações pontuais de professores e também a primeira feira de educação empreendedora nas escolas. Agora, com o Cidade Empreendedora, as ações voltadas para o desenvolvimento das competências empreendedoras dos profissionais da educação e dos alunos serão estendidas pelos próximos 8 meses de atuação do programa no município.

Empreendedorismo que transforma

Localizada na Comunidade Nova Jerusalém (Km 179 da BR174), em Presidente Figueiredo, a Escola Municipal Nova Jerusalém iniciou, em 2022, projetos voltados para a preservação do meio ambiente e a economia sustentável, a partir das iniciativas da Educação Empreendedora.

Com 512 alunos, a escola começou a oferecer oficinas de reaproveitamento de madeira, onde é possível transformar o que seria queimado em peças que podem ser vendidas e, posteriormente, gerar renda para as famílias dos alunos. Também foram oferecidas oficinas de bijuterias com sementes, para que os alunos aprendessem sobre a produção do material, o reaproveitamento, os custos e os ganhos das peças confeccionadas.

De acordo com a gestora da escola, Maria do Socorro Ferreira, a execução do programa, principalmente na temática de empreendedorismo na escola, amplia o potencial criativo e inovador dos alunos e estimula o protagonismo não só dos alunos, mas também de seus familiares.

“Por sermos uma escola de zona rural, muitas vezes nossos alunos se sentem diminuídos com relação aos alunos dos grandes centros. A Educação empreendedora tem dado aos nossos alunos um novo olhar com relação a eles próprios. Têm despertado o potencial ora adormecido, cuja descoberta tem elevado a autoestima não só do aluno, mas, dos familiares”, explica a gestora.

Fotos: Dircom/PF – Assessoria Sebrae-AM