Iniciativa implantada pela prefeitura de Presidente Figueiredo vence a 17ª Mostra “Brasil, aqui tem SUS”

Participação social na elaboração do Plano Municipal de Saúde, deu ao município o primeiro lugar no prêmio “Ideia Sus – Fiocruz é SUS direito universal, saúde, equidade e democracia

Pela primeira vez na história de Presidente Figueiredo (distante 107 quilômetros de Manaus), município que este ano completa 41 anos de fundação, a população participou da elaboração do Plano Municipal de saúde. Além de apontar as necessidades, contribuiu com propostas para melhorar a prestação de serviços. Essa iniciativa de mobilização social, implementada pela prefeita Patrícia Lopes, por meio da Secretaria Municipal de saúde, venceu o “Prêmio ideia Sus – Fiocruz é SUS direito universal, saúde, equidade e democracia”, durante a 17ª Mostra “Brasil, aqui tem SUS”.

A premiação aconteceu durante o Congresso do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), que termina nesta sexta-feira (1507), em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul.

O projeto premiado, foi elaborado pela odontóloga Camila Maria Nery Barracho de França, coordenadora do Núcleo Permanente de Educação em Saúde, tendo como coautores a enfermeira Mariane Souza Abreu, secretaria municipal de Saúde de Presidente Figueiredo, a sanitarista Emmy Machado, coordenadora de Vigilância em Saúde do município, além da enfermeira Izi Caterini Paiva Alves Martinelli e da assistente social, Thalita Renata de Oliveira das Neves Guedes, doutorandas em saúde pública na Amazônia, e do pesquisador da Fiocruz Amazônia, Júlio César Schweickardt.

A prefeita Patrícia Lopes parabenizou e agradeceu aos profissionais envolvidos no trabalho e todos aqueles que ajudaram a pôr em pratica a iniciativa.

“Parabéns a todos os profissionais envolvidos nesse projeto. Uma experiência exitosa que nos permitiu implementar um Plano Municipal de Saúde e Núcleo Permanente de Educação em Saúde, instrumentos que nos permitirá ter mais eficiência e abrangência na prestação de serviços à população do nosso município”, disse.

A secretária municipal de saúde, Mariane Abreu, agradeceu a prefeita Patrícia Lopes, pela confiança e motivação, que permitem à equipe de profissionais de saúde buscar alternativas para melhorar o atendimento à população.

“Estamos muito felizes, com o reconhecimento e a premiação, mas, principalmente, por fazer parte desta gestão participativa, de mobilização social, implementada pela prefeita Patrícia Lopes”, destaca.

A secretaria explica que a mobilização social em torno da elaboração do plano, se deu por etapas até a realização da primeira Conferencia Municipal de Saúde, que gerou o relatório que serviu de base para o Plano Municipal de saúde.

“Mobilizamos nossa equipe, que depois de capacitada, foi em busca de ouvir as pessoas, nas comunidades, tanto na sede quanto na zona rural. Realizamos mais de 20 miniconferências de saúde, onde a população, profissionais e gestores de unidade de saúde puderam contribuir com o nosso Plano Municipal de Saúde”, explica Mariane.

De acordo com a secretária, após a conferencia municipal, o trabalho foi apresentado na 17ª Mostra “Amazonas, aqui tem SUS”, onde foi selecionado para participar do evento nacional, junto com outros quatro trabalhos, dos quais mais dois foram vencedoras nas categorias que concorreram: Tefé e Manicoré. As experiências exitosas garantiam ao Estado um prêmio de R$ 10 mil reais.

A Mostra Brasil, aqui tem SUS tem impulsionado seus mecanismos de premiação para que os profissionais de saúde se sintam reconhecidos e instigados ao aprimoramento permanente. Na 17ª edição, a Fundação Oswaldo Cruz, a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) se uniram ao Conselho Nacional de Secretarias municipais de Saúde para ampliar a valorização das ações desenvolvidas nos municípios, através de prêmios específicos.