Patrícia Lopes entrega décima quinta escola municipal reformada e revitalizada este ano

Escola municipal de tempo integral Deisy Lammel Hendges, é a segunda escolar militar do município, onde estudam cerca de 700 alunos, do 1º ao nono ano do ensino fundamental

A prefeita Patrícia Lopes reinaugurou nesta segunda-feira (22/08), a escola municipal Deisy Lammel Hendges, a décima quinta unidade educacional reformada e revitalizada pela gestão em 2022. Além da reforma das salas de aulas, cozinhas, banheiros e refeitório, dos sistemas hidráulico e elétrico, a escola ganhou uma Sala de Música, com revestimento acústico e instrumentos musicais, projeto da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos (Semculte) em parceria com o a Secretaria de Economia Criativa do governo estadual.

“Cuidar da educação é prioridade da nossa gestão e, eu reafirmo o meu compromisso em entregar obras de qualidade que possibilitem aos nossos alunos e professores segurança, conforto e dignidade nesta missão que é ensinar e aprender”, afirmou a prefeita.

Numa referência a luta por justiça social, traduzida nos versos do poema O Bicho, de Manuel Bandeira, declamado pelo aluno Caleb Velasco, 13 anos, do 7º ano do ensino fundamental, que retrata a pobreza e a marginalização de uma grande parte da população, que na luta pela sobrevivência, Patrícia Lopes disse ter convicção de que a educação é o caminho para diminuir as desigualdades e proporcionar melhor qualidade de vida.

“Semeando através da educação a transformação virá”, afirmou.

A prefeita disse, ainda, que vai trabalhando de forma planejada, organizada, mantendo as contas públicas do município adimplentes, para que prefeitura esteja apta a continuar celebrando parcerias que assegurem o aporte de recursos necessários para viabilizar os projetos idealizados pela gestão dela e do vice-prefeito Anderson Leal.  

“Com planejamento e organização já conseguimos reforma 19 escolas – as quatro restantes deste primeiro pacote de obras na educação já estão sendo finalizadas –  Unidades Básicas de Saúde (UBS), estamos a todo vapor fazendo a melhoria dos ramais, a revitalização e recuperação do sistema viário da sede e instalando  iluminação pública moderna e sustentável”, destacou Patrícia Lopes.

“O maior investimento que pode ser feito para transformar a sociedade, é na educação”, reforçou o secretário municipal da pasta, Rodolfo Moraes, acrescentando que “além de entregar conhecimento aos alunos, a educação transforma os seres humanos em uma sociedade melhor”.

Rodolfo Moraes lembrou que o pacote de obras em execução na gestão da prefeita Patrícia Lopes, é o maior da história do município que, em dezembro, completa 40 anos de fundação.

“Além de reformar, ampliar e revitalizar quase 90% das unidades da rede municipal de ensino, todas elas estão climatizadas, receberam bebedouros e freezers novos, laboratórios de informática equipados, foram construídos poços artesianos,  estamos entregando material didático para todos os alunos, material pedagógico para os educadores, kit para prática esportiva”, enfatizou.

Falando em nome dos vereadores presentes a inauguração, o presidente da Câmara Municipal de Presidente Figueiredo, Marcos Nascimento (PSB), também destacou em seu discurso o apelo à justiça social trazido pelo estudante que fez a leitura do poema “O Bicho”, de Manuel Bandeira.

O parlamentar chamou atenção para a importância da educação para alcançar a justiça social.

“Mais educação e qualidade de ensino, trarão a igualdade social pedida por você Caleb. Esse é propósito da prefeita Patrícia Lopes, por isso ela lançou esse pacote de obras. Tinham escolas caindo na cabeça dos alunos, mas, a vontade política da prefeita está reescrevendo essa história”, afirmou.

O diretor da escola, Robson Mota, agradeceu a parceria da Polícia Militar do Amazonas, que é responsável pelo modelo de gestão da unidade educacional. Também agradeceu a comunidade acadêmica do Centro de Tempo Integral Maria Eva, que “nos acolheu durante o processo de reconstrução da nossa escola”.

Homenagens

A Sala de Música instalada na escola municipal Deyse Lammel Hendges recebeu o nome da ex-aluna da escola Larissa Silva, que faleceu em 2021, vítima da covid-19.  A estudante também será homenageada nominando o primeiro estádio de futebol de Presidente Figueiredo, conforme anunciou a prefeita Patrícia Lopes, aos pais de Larissa, Marlon Sobrinho e Lucélia Cardos, durante a solenidade de reinauguração da unidade educacional.

Estudantes e professores também fizeram homenagem ao Dia do Folclore com apresentação da dança do Carimbó, símbolo da cultura paraense. A homenagem se somou a declamação do poema “O Bicho”, de Manoel Bandeira, feita estudante Caleb Velasco.