Patrícia Lopes recebe estudo de viabilidade econômico-financeira para concessão de reajuste salarial de servidores

Prefeita de Presidente Figueiredo deve anunciar, ainda este mês, os percentuais de reajuste dos salários, bem como progressões e outros benefícios para os servidores estatutários municipais

A prefeita de Presidente Figueiredo, Patrícia Lopes, se reuniu nesta terça-feira (10/05) com o Grupo de Trabalho (GT), criado por ela em fevereiro deste ano, para elaborar um estudo de viabilidade econômico-financeira para cumprimento das medidas de valorização dos servidores públicos municipais, que contemplam reajuste salarial e as progressões previstas no Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores Públicos Municipais de Presidente Figueiredo (PCCV).

Com o estudo concluído, em mãos, Patrícia Lopes disse que, ainda em maio, vai divulgar os percentuais de reajuste dos servidores efetivos, de todas as categorias profissionais, bem como progressões por titularidade e por tempo de serviço.

A valorização dos servidores de carreira da prefeitura de Presidente Figueiredo é um compromisso da nossa gestão e, tão logo, cessaram os efeitos da lei complementar nº 173/2020, que estabeleceu o programa federativo de enfretamento a pandemia da covid-19, começamos a trabalhar para viabilizar a concessão dos benefícios que esses trabalhadores aguardam a muito tempo. Formamos o GT em fevereiro e, agora, com o estudo concluído, vamos colocá-lo em prática”, afirmou Patrícia Lopes.

De acordo com a prefeita, além da melhoria salarial, os servidores terão outros benefícios, que serão implementados ao logo deste ano, como por exemplo, o pagamento do ticket alimentação. “Estamos definindo valores e mecanismo de contração do benefício. Mas, a nossa intenção é começar a pagar ainda este ano”, informou.

O Grupo de Trabalho que elaborou o estudo de viabilidade econômico-financeira para estabelecer a concessão do reajuste salarial dos servidores efetivos da prefeitura é formado pelos secretários municipais de Administração, Rayane Santarém Mendonça; de Planejamento e Finanças, Marden Eufrásio; de Governo, Carlos Dias; procurador geral do município, João Bosco Junior; de Educação Rodolfo Moraes e Márcio Mourão.