Projeto “Cuidando Delas” alcançou mais de 2 mil mulheres em 2022

Executado pela Secretaria Extraordinária de Políticas para as Mulheres, projeto leva serviços de beleza, saúde e cuidados estéticos, gratuitamente, às mulheres figueiredenses da sede e zona rural

Lançado em maio deste ano, pela prefeita Patrícia Lopes, o programa Cuidando Delas já contabiliza mais de duas mil mulheres beneficiadas, com serviços de beleza e estética, assistência social, atendimento médico e jurídico, ofertados gratuitamente, na sede e zona rural do município de Presidente Figueiredo.

A última edição de 2022, foi realizada no sábado (3/12), no auditório da prefeitura, quando dezenas de mulheres puderam cortar cabelo, ajustar o design da sobrancelha, fazer limpeza de pele e manicure, além de participar de uma oficina de automaquiagem, comprar alguns mimos e peças de decoração, confeccionados por mulheres artesãs da Associação de Mulheres Empreendedoras Imparáveis ( Amei).

“Foi ‘pit stop’ para as festas natalinas”, definiu a titular da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM), Ieda Nicácio, coordenadora do programa. Nesta última edição, além dos cuidados com a beleza e bem-estar, as participantes puderam atualizar seus testes para Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), HIV, Hepatite B e C.

De acordo com a secretária, o objetivo do programa Cuidando Delas é melhorar a autoestima das mulheres, para que elas se sintam mais bonitas, empoderadas e assim possam ter melhor qualidade de vida.

“Elas vêm em busca de trabalhar a beleza, de se reinventar e se identificar, novamente, enquanto uma mulher bonita, envolvente, sexual, especialmente aquelas que não trabalham fora de casa, não têm renda, e que são vítimas de algum tipo de violência doméstica”, explica Ieda Nicácio.

A secretária destaca que no caso das mulheres vítimas de violência, o programa Cuidando Delas trabalha em paralelo com o Ronda Mulher Segura, Família Feliz.

Ieda Nicácio faz questão de agradecer os parceiros do programa, públicos e privados, como, por exemplo as secretarias municipais de Saúde (Sems), Assistência Social (Semasc) e o  Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), além da Amei, empresariado local, Sebrae, entre outros.

A dona de casa Glaucia de Lima Guimaraes, 36 anos, tem seis filhos, três delas meninas, que fizeram de tudo para que ela viesse participar da ação do Cuidando Delas. Fez sobrancelha, limpeza de pele, manicure e cortou o cabelo. Voltou para casa satisfeita com o resultado. “Estou me sentindo melhor, mais bonita, mesmo”, afirmou sorridente.

Regiane Pamplona Amaral Magalhaes, de 43 anos, morada da comunidade Maroaga, aproveitou para fazer limpeza de pele, sobrancelha e se atualizar no curso de automaquiagem. Ela,  que trabalha com maquiagem, se disse feliz por economizar – o quanto gastaria para fazer esses serviços num salão – e mais ainda, a maquiagem foi didática, porque aprendeu novos “truques” para usar com suas clientes.

“Dei um grau no visual para as festas de fim de ano e ainda prendi algumas coisas para aplicar no meu trabalho”, afirmou.

Ieda Nicácio não tem dúvida de que, a cada ação do Cuidando Delas, as mulheres chegam com uma expectativa e saem com muito mais do que imaginavam. Também fez questão de enfatizar que todos os profissionais que atuam no programa são qualificados para as atividades que exercem e os produtos de altíssima qualidade.

A Sepm também realizou este ano uma versão masculina do Cuidado Delas – Ação Cuidando Deles – que foi realizada na semana do Dia dos Pais e a expectativa da secretária Ieda Nicácio, é repetir a ação no próximo ano.

Fotos: Paula Oliveira