Semisp aproveita o início do ano para começar os serviços de drenagem profunda da avenida Padre Calleri

Obra de drenagem profunda foi iniciada pela implantação de manilhas que formarão a rede de escoamento de águas pluviais

A prefeitura de Presidente Figueiredo, por meio da Secretaria municipal de infraestrutura e Serviços públicos (Semisp), deu início nesta quarta-feira (18/01), aos serviços de drenagem profunda da Avenida Padre Calleri, no bairro Tancredo Neves, o mais populoso de Presidente Figueiredo. O serviço começou com a execução do assentamento das manilhas que formarão a rede de escoamento de águas pluviais.

De acordo com o titular da Semisp, Kilmer Barros, toda a tubulação antiga será substituída e a avenida ganhará uma nova rede de drenagem. No total serão assentados 430 metros de tubos (manilhas) com um diâmetro maior que o anterior.

A avenida também receberá serviços de drenagem superficial, com a construção de calçadas, meio fio e sarjeta.

“A meta é acelerar a execução dos serviços do novo dispositivo de drenagem. Apesar do início das chuvas do inverno amazônico, vamos aproveitar os períodos razoáveis de sol para, posteriormente, iniciar os serviços de drenagem superficial, que compreendem a construção de calçadas, meio fio e sarjeta”, explica Kilmer Barros.

Segundo o secretário, as redes de drenagem de outras ruas da sede de Presidente Figueiredo também serão recuperadas. O cronograma de obras inclui as ruas Tucumã, no bairro Morada do Sol; Helicônia, no bairro Orquídeas; Jacareúba, no Centro; e um trecho da avenida Joaquim Cardoso.

“A recuperação da rede de drenagem tem por objetivo evitar possíveis alagamentos, como ocorrido recentemente, em função da capacidade limitada das tubulações atuais, que foram construídas há décadas e que não receberam a devida manutenção”, esclarece o titular da Semisp.

Avenida Onça Pintada

Outra avenida importante de Presidente Figueiredo, Onça Pintada, que liga área urbana da comunidade Maroaga, no Km 7 da rodovia estadual AM-240 (Estrada de Balbina), continuidade da Padre Calleri, foi a primeira a receber os serviços de drenagem profunda. A obra ainda está em processo de execução. Parte das manilhas já foram assentadas e foi realizada a compactação da terraplanagem para que sejam iniciados os serviços de recapeamento.

Kilmer Barros explica que a avenida vai receber cerca de 1,5 mil metros de tubos, variando entre 0,80, 060 e 0,40 centímetros de diâmetro. Até o momento, já foram assentados 947 metros de rede de drenagem.

Fotos: Tamyres Cunha – Dircom/PF